Deslizamento de terra

Deslizamento de terra perto de Cusco, Peru, em 2018

Os deslizamentos de terra,[1][2][3] são várias formas de perda de massa que podem incluir uma ampla gama de movimentos do solo, como quedas de rochas, fluxos de lama e fluxos de detritos.[4] Os deslizamentos de terra ocorrem em uma variedade de ambientes, caracterizados por gradientes íngremes ou suaves, desde cadeias de montanhas a falésias costeiras ou mesmo submersos,[5] caso em que são chamados de deslizamentos submarinos.[5] Gravidade é a principal força motriz para que ocorra um deslizamento de terra, mas existem outros fatores que afetam a estabilidade do talude que produzem condições específicas que tornam um talude propenso a falhas. Em muitos casos, o deslizamento de terra é desencadeado por um evento específico (como uma chuva forte, um terremoto, um corte de encosta para construir uma estrada e muitos outros), embora isso nem sempre seja identificável.

Um modelo da NASA foi desenvolvido para observar como a atividade potencial de deslizamento de terra está mudando em todo o mundo.

Causando tsunamis[editar | editar código-fonte]

Deslizamentos de terra que ocorrem debaixo do mar, ou têm impacto na água, por exemplo, queda de rochas significativa ou colapso vulcânico no mar,  podem gerar tsunamis.[6] Deslizamentos maciços também podem gerar megatsunamis, que geralmente têm centenas de metros de altura. Em 1958, um desses tsunamis ocorreu na Baía de Lituya, no Alasca.[7][8]

Deslizamentos de terra extraterrestres[editar | editar código-fonte]

Evidências de deslizamentos de terra passados ​​foram detectadas em muitos corpos do sistema solar, mas como a maioria das observações são feitas por sondas que observam apenas por um tempo limitado e a maioria dos corpos do sistema solar parecem ser geologicamente inativos, não se sabe que muitos deslizamentos de terra ocorreram recentemente. Tanto Vênus quanto Marte foram submetidos a mapeamento de longo prazo por satélites em órbita, e exemplos de deslizamentos de terra foram observados em ambos os planetas.

Deslizamentos históricos[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Lista de deslizamentos de terra

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Landslide synonyms». thesaurus.com. Roget's 21st Century Thesaurus. 2013. Consultado em 16 de março de 2018 
  2. McGraw-Hill Encyclopedia of Science & Technology, 11th Edition, ISBN 9780071778343, 2012
  3. «USGS factsheet, Landslide Types and Processes, 2004.» 
  4. Hungr, Oldrich; Leroueil, Serge; Picarelli, Luciano (1 de abril de 2014). «The Varnes classification of landslide types, an update». Landslides (em inglês). 11 (2): 167–194. ISSN 1612-5118. doi:10.1007/s10346-013-0436-y 
  5. a b Haflidason, Haflidi; Sejrup, Hans Petter; Nygård, Atle; Mienert, Jurgen; Bryn, Petter; Lien, Reidar; Forsberg, Carl Fredrik; Berg, Kjell; Masson, Doug (15 de dezembro de 2004). «The Storegga Slide: architecture, geometry and slide development». Marine Geology. COSTA - Continental Slope Stability (em inglês). 213 (1): 201–234. Bibcode:2004MGeol.213..201H. ISSN 0025-3227. doi:10.1016/j.margeo.2004.10.007 
  6. «Ancient Volcano Collapse Caused A Tsunami With An 800-Foot Wave». Popular Science (em inglês). Consultado em 20 de outubro de 2017 
  7. Le Bas, T.P. (2007), «Slope Failures on the Flanks of Southern Cape Verde Islands», in: Lykousis, Vasilios, Submarine mass movements and their consequences: 3rd international symposium, ISBN 978-1-4020-6511-8, Springer 
  8. Mitchell, N (2003). «Susceptibility of mid-ocean ridge volcanic islands and seamounts to large scale landsliding». Journal of Geophysical Research. 108 (B8): 1–23. Bibcode:2003JGRB..108.2397M. doi:10.1029/2002jb001997Acessível livremente 
Ícone de esboço Este artigo sobre geologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.